A visit to Bletchley Park

I have always been really interested in History, and particularly in the History around WWII.

Living in London, I can’t help but think how the streets I’m wandering and the people living there would have been impacted back in the day. For example I always find it fascinating walking alongside the V&A museum and seeing the damage from the Blitz bombs that remains there to this day.

And I’m also really lucky living here to be able to visit places that were really important during that time – I love the Churchill War Rooms, which are so interesting to visit!

So when I finished reading The Rose Code, a fantastic book by Kate Quinn set in Bletchley Park, I wasted no time in booking tickets to go visit. And I’m so glad I did!

What it is

Bletchley Park was top-secret home of the WWII Codebreakers – where the British Intelligence services intercepted and decrypted messages from the Axis powers to then determine military action.

It was in Bletchley Park (BP) that brilliant minds including Alan Turing cracked Enigma, and it was also there that the first steps were made towards modern computing. Above all, it was in BP that Intelligence was gathered to then be used to help decide the course of the whole conflict.

This place saw such greatness, such innovation – and for so many years was covered in secrecy and unknown to most.

How to get there

Bletchley Park can be easily reached by train: a 50minute (ish) train from London Euston to Bletchley, then a 5 minute walk to the BP gates. The return ticket on a Sunday was £16.

Tickets

An Adult ticket to Bletchley Park costs £21 – but it works as an Annual Pass and you can visit again any time you want within the space of a year since your first visit (which I’m 100% going to do).

The Visit

BP was composed of the main house (known as The Mansion), the Cottages (where Dilly Knox’s ISK team worked), the Blocks and the Huts.

The Blocks and especially the Huts had various functions, from cryptanalysis, to Intelligence, to working the Bombe machines.

When visiting the park you go through all the various areas – and it’s really easy and interesting to imagine what life must have been like for the women and men who worked day in and day out in that compound without being allowed to discuss any of what they did outside the gates.

The audio guide also comes full of additional information – I sat after my visit listening to the additional details and really enjoyed that.

There is a museum in Block B that gives a lot of information about the code breaking and what happened during and after the war – and it also includes a seriously impressive collection of Enigma machines!

I found it really cool and also really solemn to visit BP – thinking of the role of the truly inspiring women who worked there, of the impact the work done at BP had on the War, and to some extent on the lives we live now. It’s beautiful and emotional and I’m so glad to live so close by that I can visit again.

Have you been to Bletchley Park?

T x

Sempre me interessei muito por História, e particularmente pela História da Segunda Guerra Mundial.

Morando em Londres, não posso deixar de pensar em como as ruas onde passeio e as pessoas que lá moravam foram afectadas naquela altura. Por exemplo, acho sempre fascinante caminhar ao lado do museu V&A e ver os danos das bombas do Blitz que permanecem lá até hoje.

A sorte de morar aqui também se aplica ao poder visitar lugares que foram muito importantes naquela época – adoro os Churchill War Rooms, que são tão interessantes de se visitar!

Então, quando terminei de ler The Rose Code, um livro fantástico de Kate Quinn passado em Bletchley Park, não perdi tempo em reservar bilhetes para lá ir. E ainda bem que o fiz!

O que é

Bletchley Park era a sede ultra-secreta dos Codebreakers da Segunda Guerra Mundial – onde os serviços de Inteligência britânicos interceptavam e descodificavam mensagens das potências do Eixo para determinar a ação militar.

Foi em Bletchley Park (BP) que mentes brilhantes, incluindo Alan Turing, decifraram a Enigma, e também foi lá que foram dados os primeiros passos para a computação moderna. Acima de tudo, foi na BP que a Inteligência foi reunida para depois ser usada para ajudar a decidir o rumo de todo o conflito.

Este lugar viu tanta grandeza, tanta inovação – e por tantos anos foi coberto de sigilo e desconhecido para imensa gente.

Como chegar

Bletchley Park fica muito perto de Londres: uma viagem de (cerca de) 50 minutos de comboio a partir da estação de Euston para Bletchley, depois 5 minutos a pé até chegar aos portões da BP. Paguei £16 por um bilhete de ida e volta a um domingo.

Bilhetes

Um bilhete de adulto para Bletchley Park custa £21 – mas funciona como um passe anual e pode-se visitar novamente quando se quiser no espaço de um ano desde a primeira visita (o que eu vou fazer de certeza).

A visita

Bletchley Park era composta pela casa principal (conhecida como The Mansion), os Cottages (onde a equipa ISK de Dilly Knox trabalhava), os Blocks e os Huts.

Os Blocos e principalmente as Huts tinham várias funções, desde a criptoanálise, passando pela Inteligência, até o funcionamento das máquinas Bombe.

Ao visitar, podemos ver todas estes elementos de Bletchley Park – e é super fácil e interessante imaginar como deve ter sido a vida para as mulheres e homens que trabalhavam dia após dia naquele complexo sem poder discutir nada do que faziam com ninguém.

O guia áudio também está cheio de informações adicionais – eu sentei-me ao pé do lago depois da minha visita a ouvir os detalhes extra e adorei.

Há um museu no Bloco B que tem imensas informações sobre como os códigos foram decifrados e o que aconteceu durante e depois da guerra – e também inclui uma colecção impressionante de máquinas Enigma!

Visitar BP foi muito interessante e também achei de certa forma um momento solene – por pensar no papel das mulheres verdadeiramente inspiradoras que lá trabalharam, no impacto que o trabalho feito em BP teve na guerra e, em certa medida, nas vidas que vivemos agora. É lindo e emocionante e estou tão feliz por morar tão perto que posso voltar com facilidade.

Vocês já visitaram Bletchley Park?

T x

The Park

The Mansion

The Cottages

The Huts

Block B Museum & Statue of Alan Turing

3 Comments

  1. João Miranda
    11/02/2022 / 9:30 am

    Solemn! gostei da escolha da palavra que resume bem a emoção que deve ser visitar um lugar como este. Está muito bom.

  2. Bi
    12/02/2022 / 12:40 am

    Gostei da da tua descrição fiel ao que viste e ao que sentiste! Sem dúvida que me vou lembrar do que li aqui um dia que tenha a sorte de visitar BP! Espero que sim e em breve e, já agora, queres ser minha guia :)?

  3. Bi
    12/02/2022 / 12:44 am

    Gostei da tua descrição tão fiel ao que viste como ao que sentiste! Vou-me lembrar do que li aqui se tiver um dia a oportunidade de visitar BP – espero que em breve e, já agora, contigo como guia 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.