3 things that instantly get me in a better mood

The end of 2021/start of 2022 has been full of emotions for me – between the stress with travel to Portugal and back for Christmas (worrying about possible restrictions), going back to working from home on my own just as I was starting to enjoy going back to the office, all the work that’s coming in and all the things in the news, it got to me a bit.

I got to (and still am at) a point where I get emotional just by seeing work colleagues I don’t interact with too often because we’re on different teams – and when I’m alone I struggle with a) feeling lonely and b) cringing for having gotten so emotional with my poor colleagues.

Needless to say there have been many occasions when I need to pull myself out of a funk, and I’ve established the things that I can always count on to lift my spirits. I wanted to share those with you in today’s post, in case any of it helps you too.

Happy Music

I have always been really sensitive to music and how it affects my mood. So on a normal day, I steer clear of sad songs (those are saved for when I need a cry) or angry songs (for when I need to let it out). When I need cheering up, usually during work days when I’m at my desk, I will play my Happy Tunes playlist on Spotify, which I update regularly with songs that make me laugh, make me want to sing along, or even do a little dance. It’s my little dose of sunshine in music form, and it really works to brighten a bad day. Alternatively, I look for the Encanto soundtrack (I am obsessed with ‘What else can I do?’ and ‘Dos Oruguitas’) or any playlist that includes the words “cheesy” and/or “90s”. I connect my phone to my speakers, hit play and let the music do its thing.

Happy Watching

When I’m not at work and need distracting, I turn to my comfort shows or movies. When I’m looking for something to distract me that won’t require much attention, I turn to Friends or Brooklyn Nine-Nine – both shows I absolutely love and that always make me laugh no matter how many times I’ve seen the same episode. The characters and storylines are comforting and it helps my brain switch off from the overthinking it insists on doing… When I want an actual mood boost, something to make me get up and go, so to speak, there is one classic movie that I love turning to, and that is Legally Blonde. The sequence where Elle decides to show everyone “how valuable Elle Woods can be” is equivalent to a Rocky training montage and it never fails to make me think “I got this!”.

Happy Socialising

Whether it’s texting a friend to check in or meeting up for even just a coffee, reaching out to my favourite people is an instant mood booster. I’ve learned over time how important it is to have a network of genuine friends who have your back (and you theirs) and I’m really lucky to have mine. When I’m overthinking, or anxious about anything, I reach out to my friends and my family and just send a simple text – it doesn’t even have to say anything about what I’m worrying about, but just reaching out to start a quick chat helps. And then, of course, making plans to do fun things together, like trying a new brunch spot, going for a walk, visiting an exhibition, is amazing – because you talk while planning, then have the excitement before, and the joy of being with your people when you do meet.

Special Mention to chocolate and the habit of exercising while watching Marvel movies, which both help me get through difficult days in their own way!

What are the things that cheer you up?

T x

O final de 2021/início de 2022 foram cheios de emoções para mim – entre o stress com a viagem a Portugal pelo Natal e o regresso a Londres (preocupada com possíveis restrições), voltar a trabalhar em casa sozinha logo quando comecei gostar de voltar ao escritório, todo o trabalho que tenho para fazer e tudo o que se ouve nas notícias, fui-me um bocado abaixo.

Cheguei a um ponto (e ainda lá estou) em que me emociono só de ver colegas com quem não falo muito porque estamos em equipas diferentes. Também me emociono quando estou sozinha porque a) me sinto sozinha e b) fico com vergonha por me emocionar ao pé dos pobres colegas.

Escusado será dizer que houve muitas ocasiões em que precisei de me animar, e por isso aprendi com o que posso sempre contar para me sentir melhor. Quis compartilhar o que funciona comigo no post de hoje caso vos ajude também.

Música feliz

Sempre fui muito sensível à música e como ela afecta o meu humor. Então, num dia normal, já evito músicas tristes (essas são guardadas para quando eu preciso de chorar) ou músicas zangadas (que ficam para quando preciso de deitar tudo cá para fora). Quando preciso me animar, geralmente durante os dias de trabalho quando estou na secretária, ponho a minha playlist Happy Tunes no Spotify, que atualizo regularmente com músicas que me fazem rir, me fazem querer cantar ou até mesmo dançar um bocadinho. É a minha pequena dose de sol em forma de música, e funciona para iluminar um dia difícil. Quando não estou a ouvir essa playlist, ouço a banda sonora de Encanto (ando obcecada com ‘What else can I do?’ e ‘Dos Oruguitas’) ou qualquer playlist que inclua as palavras “cheesy” e/ou “90s”. Ligo o telemóvel à coluna Bluetooth, carrego no play e deixo a música fazer o seu trabalho.

Ver coisas felizes

Quando não estou no trabalho e preciso de distração, recorro aos meus programas ou filmes de conforto. Quando procuro algo para me distrair que não exija muita atenção, escolho Friends ou Brooklyn Nine-Nine – ambos programas que adoro e que sempre me fazem rir, não importa quantas vezes eu tenha visto o mesmo episódio. Os personagens e as histórias são reconfortantes e isso ajuda meu cérebro a desligar do overthinking que insiste em fazer… Quando quero algo para melhorar instantaneamente o meu humor e para me fazer levantar e fazer coisas, então vejo o filme Legally Blonde. A sequência em que Elle decide mostrar a todos “o quão valiosa Elle Woods pode ser” é equivalente a uma montagem de treino dos filmes do Rocky e nunca deixa de me fazer pensar “eu consigo tudo!”.

Socializar

Seja a enviar mensagens para uma amiga para saber se está tudo bem ou combinando mesmo só um café, falar com minhas pessoas favoritas é remédio santo para melhorar o humor. Eu aprendi com o tempo o quão importante é ter uma rede de amigas a sério que nos apoiem (e nós a elas) e eu tenho muita sorte de ter a minha. Quando estou a pensar demais ou ansiosa com alguma coisa, procuro as minhas amigas e a minha família e mando uma mensagem – nem precisa dizer nada sobre o que me está a preocupar, mas apenas começar uma conversa rápida ajuda. E, é claro, fazer planos para fazer coisas divertidas juntas, como experimentar um novo spot para brunch, dar um passeio, visitar uma exposição, é incrível – porque falamos enquanto planeamos, e há a alegria de estar com as nossas pessoas quando chega ao dia.

Menção especial para o chocolate e o hábito de fazer exercício enquanto vejo filmes da Marvel, que também me ajudam a passar por dias difíceis à sua maneira!

Quais são as coisas que vos animam?

T x

1 Comment

  1. Olga
    14/02/2022 / 10:40 pm

    Muito bom.
    Ter apoios que nos ajudem a melhorar os maus dias. Sim, amigos, família, passeios, filmes são o melhor que há. E um bom livro que nos leva com ele.
    Que bom quando temos tudo isto.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.