Things I’m grateful for in 2020

I read somewhere a while back that while there have certainly been much worse years in History than 2020, most of us won’t have been alive to remember them, and can only imagine from History books and classes.

Li há tempos que apesar de terem existido anos muito piores que 2020 ao longo da História, a maior parte de nós não existia para se lembrar deles e só consegue imaginar dos livros e das aulas de História.

2020 started bright, with a new decade bringing with it the usual hope and promise of better things. It quickly turned though, and with no preparation for what was to come, our lives got flipped-turned upside down, and not in the fun way Fresh Prince sang about.

2020 começou bem, com uma nova década a trazer consigo a esperança de coisas melhores. Mas mudou rapidamente e, sem aviso prévio para o que aí vinha, as nossas vidas foram viradas do avesso e não da maneira divertida sobre a qual cantava o Fresh Prince.

Still, as we come to the end of this year, despite the serious anxiety and sadness that 2020 brought with it for so many of us, there are also things to be grateful for. And as we finish one year and start a hopefully much much better one, I wanted to take a moment to reflect on things I have been grateful for this year.

Ainda assim, ao chegarmos ao final do ano, apesar da ansiedade e da tristeza que 2020 trouxe consigo para tantos de nós, há muitas coisas pelas quais podemos estar gratos. Ao acabar um ano e começar um que esperamos que seja muito muito melhor, quis reflectir sobre algumas das coisas pelas quais estou grata este ano.

One last trip

Before Covid-19 was even on our radars, I had booked a long weekend away in Seville for February, to cheer up what is usually the most depressing month of the year. Seville was gloomy but it was, as always, charming and a joy to explore. I spent more time there than I had before and got to see corners I’d not visited on my previous trip. Not a bad last trip before lockdown!

Antes de a COVID-19 estar sequer nos nossos radares, tinha marcado um fim-de-semana prolongado em Sevilha para Fevereiro, para animar aquele que costuma ser o mês mais deprimente do ano. Sevilha estava cinzenta mas estava, como sempre, linda e foi tão divertido explorar. Passei lá mais tempo do que tinha passado noutras visitas e visitei zonas novas. Nada mau para a última viagem antes do confinamento!

Friends in London

At the end of February, my friends went to London & stayed at mine for a few days. We wandered the city in the freezing air, saw Book of Mormon, and even went out to HP Studios. Shortly after my friend Matilde stayed over for a few days as she had work in London. It was so good to have friends over & the timing of these visits was perfect – shortly after we’d go to lockdown and I’d be alone in the flat for 3 months. It was very important to know that I did have friends and had recently spent some happy times with them.

No final de Fevereiro, as minhas amigas foram a Londres e ficaram em minha casa por uns dias. Passeamos pela cidade com o tempo gelado, fomos ver o Book of Mormon e até fomos aos HP Studios. Pouco depois a minha amiga Matilde ficou lá em casa porque tinha trabalho em Londres. Foi tão bom ter amigas lá em casa e o timing não podia ter sido melhor – mesmo antes de irmos para um confinamento em que iria estar fechada em casa sozinha durante três meses. Foi importante saber que tinha amigas e que tinha estado com elas há pouco tempo.

Time at Home

The thing I am most grateful for this year is the opportunity to spend more time than I have in years at home with my parents. Thanks to a job I can easily do from home and very understanding bosses, I was able to spend Summer and now the lead up to Christmas at Home surrounded by my favourite people. In the midst of all the difficult things, this was so great.

A parte melhor deste ano horrível, foi poder ter passado mais tempo em casa com os meus pais, como já não acontecia há anos. Graças a um emprego que posso facilmente fazer de casa e de uns chefes compreensivos, pude passar o Verão e agora o período antes do Natal em casa com as minhas pessoas preferidas. No meio de todas as dificuldades, isto foi muito bom.

Health

I am very grateful that my friends and Family have been healthy and safe during this whole crisis. That people close to me always took this crisis seriously and took the proper precautions. That I have kept myself healthy and sane, thanks to the support & company of my loved ones.

Também tenho sorte que a minha família e amigos se tenham mantido seguros e saudáveis durante esta crise. Que as pessoas que me são próximas tenham sempre levado a situação a sério e tomado as devidas precauções. Que me tenha conseguido manter saudável tanto física como mentalmente, graças ao apoio da família e dos amigos.

Nothing could have prepared us for what 2020 turned out to be. But faced with the weirdest year most of us remember, we did our best. We kept ourselves sane, we looked after ourselves and looked out for others in need. It wasn’t by any means easy, but in the middle of all the darkness, we have to cling to the tiniest bit of light.

Nada nos podia ter preparado para o que 2020 trouxe. Mas face ao ano mais estranho de que a maioria de nós se lembra, fizemos o nosso melhor. Mantivemos a saúde mental, tratámos de nós e de quem precisava à nossa volta. Não foi nada fácil, mas no meio de toda a escuridão, tivemos de nos agarrar aos bocadinhos de luz que conseguíamos.

Here’s to hope. To a better tomorrow. To holding our loved ones so tight if/when we can. Happy New Year everybody – may it be better.

À esperança. A um amanhã melhor. A podermos abraçar os nossos próximos se/quando pudermos. Feliz Ano Novo a todos – que seja melhor.

T x

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.