A decade in review

It has only recently dawned on me that this year marks the end of a decade – and that seems insane to me! This past decade seems to have gone by in a flash, and yet so much has happened in my life…

Só há pouco tempo é que me apercebi que este ano é o último da década – o que me parece de doidos! Esta última década parece ter passado num piscar de olhos, e no entanto a minha vida deu tantas voltas…

When I thought, at the start of the decade, of where I wanted to be by now, it involved living back in Lisbon, with a house and a family of my own. That, as it turns out, didn’t happen – I’m not even remotely close to where I’d dreamt of being at this point.

Quando em 2010 pensava em onde queria estar nesta altura, implicava viver em Lisboa, com uma casa e uma família minha. Isso, no fim de contas, não aconteceu. Nem estou minimamente perto, nesta altura.

But what I am is content with my life. I’ve taken risks and made mistakes, but came back from that stronger and created a life for myself that I am proud of. Life doesn’t always turn out the way you plan – but that’s ok!

Mas o que estou é satisfeita com a minha vida. Arrisquei e cometi erros, mas recuperei e tornei-me mais forte, criando uma vida para mim mesma que me dá orgulho. A vida não corre sempre como queremos – mas não faz mal!

So, as we approach the end of the year, I wanted to do a little review of the decade.

Assim, com o aproximar do fim do ano, queria partilhar uma pequena revista da década.

2010

At the beginning of 2010 I was in Leeds. I worked at the Refugee Council as an Admin, the most rewarding job of my life so far. I moved to London in August, and started a job that made me miserable from day one, in a city that was all kinds of overwhelming!

No início de 2010 estava em Leeds. Trabalhei no Refugee Council a fazer tarefas administrativas, o emprego mais gratificante da minha vida até hoje. Em Agosto mudei-me para Londres e comecei um emprego que me deixou infeliz desde o primeiro dia, numa cidade que era completamente esmagadora!

2011

I moved jobs and the change of environment and the great people made such a positive impact on my work confidence! I also moved house to a much nicer area of London & (reluctantly) cut some people out of my life who were messing up my head.

Mudei de emprego e a mudança de ambiente, bem como as pessoas simpáticas, tiveram um impacto enorme na minha confiança no trabalho! Também me mudei para uma zona mais agradável de Londres & (a custo) cortei relações com algumas amizades tóxicas.

2012

The job change was definitely a positive change and I continued to do well through 2012, getting positive feedback and more responsibility. I also visited Paris for the first time – then the second, then the third – and it became my dream to live there! And I had an accident with the stairs at my house, and broke my foot…

A mudança de emprego foi decididamente positiva e em 2012 continuei a sair-me bem por lá, a receber feedback positivo e a ganhar mais responsabilidade. Também visitei Paris pela primeira vez – e depois pela segunda e pela terceira – e tornou-se o meu sonho um dia viver lá! E também tive um acidente com as escadas na casa onde vivia, partindo o pé…

2013

Though I continued to get positive feedback and more responsibility, I still didn’t get promoted to the next level, which frustrated me and had quite a negative impact on me. I had also been single for about 3 years at this point and felt super lonely. And I yearned to go back to Lisbon.

Apesar de continuar a receber feedback positivo e mais responsabilidade, a promoção ao próximo nível demorou a chegar o que me deixou frustrada e teve um impacto negativo em mim. Também estava solteira há uns 3 anos por esta altura e sentia-me super sozinha. Desejava voltar a Lisboa.

2014

Over the first few months of the year, I lost my main account at the agency, and finally got promoted. And yet I wasn’t ok. I was tired of London and decided to take a risk and move to Lisbon. I was offered a job at a place I’d previously interned and was excited to finally move back Home for good.

Nos primeiros meses do ano, perdi a minha conta principal na agência e finalmente fui promovida. Apesar disso não estava bem. Estava cansada de Londres e decidi arriscar e mudar-me para Lisboa. Recebi uma oferta de emprego num sítio onde tinha estagiado anteriormente e estava entusiasmada por me mudar finalmente de volta para Casa.

2015

As the year started, I was already feeling low about my job. It wasn’t what I’d expected and I was losing confidence in my skill – the only thing I’d ever actually been confident about. I had daily anxiety crises and needed to get support – which led to seeing a psychologist.

Mid year, after a bunch of interviews, I got a job in Paris. The move was rushed and overwhelming, leading to anxiety attacks and the job not working out. I returned to Lisbon, heartbroken because my dream of living in Paris had gone out the window. I took a month off.

In September I decided that my move to Lisbon hadn’t been the best idea, and I chose to come back to London. I went back to the agency and am still working there now.

No começo do ano, já me estava a sentir em baixo em relação ao emprego. Não era aquilo que eu esperava e estava a perder confiança nas minhas capacidades – a única coisa em que alguma vez tive confiança a sério. Tinha crises diárias de ansiedade e precisei de pedir apoio – o que me levou a ver um psicólogo.

A meio do ano, depois de uma série de entrevistas, consegui um emprego em Paris. A mudança foi apressada e esmagadora, o que levou a ataques de ansiedade e ao emprego não funcionar. Voltei a Lisboa de coração partido porque o sonho de trabalhar em Paris não resultou. Tirei um mês de férias.

Em Setembro, decidi que a mudança para Lisboa não tinha sido a melhor ideia e escolhi voltar para Londres. Voltei para a mesma agência e ainda estou a trabalhar lá.

2016

Work went well and I felt like myself again. The feedback I received was very positive for the most part, but there were some areas to improve. I visited New York for the first time, my biggest solo trip to date – I was so proud for going that far for a week, by myself! I also fell more and more in love with photography.

O trabalho estava a correr bem e já me sentia mais segura. O feedback que ia recebendo era positivo na sua maioria, embora algumas coisas tivessem espaço para melhorar. Visitei Nova Iorque pela primeira vez, a minha maior viagem a solo até hoje – fiquei super orgulhosa por ir até tão longe sozinha, por uma semana! Também me fui apaixonando mais e mais pela fotografia.

2017

I thought I was getting somewhere at work when the department trusted me to spend a week in Belgium, helping out the team there with our reports. And yet the promotion was still out of reach. More importantly, this was the year I finally saw my favourite band, the Foo Fighters, live. I went to NOS Alive with my friends and it was a fantastic experience, full of great music.

Pensei que estava a fazer progresso no emprego quando o departamento confiou em mim e me enviou para o escritório da Bélgica para ajudar a equipa de lá com os relatórios que fazemos em Londres. E ainda assim a promoção escapou-me. Mais importante, este foi o ano em que finalmente vi a minha banda preferida, os Foo Fighters, ao vivo pela primeira vez. Fui ao NOS Alive com os meus amigos e foi uma experiência óptima, cheia de boa música.

2018

Still in London, still at work in the same agency. And still in the same role. Getting more into my Instagram and Blog to feed my creative side, and feeling a great sense of fulfilment. Made some terrific friends (& cut ties with others). Finally visited Madrid, and fell absolutely in love with the Spanish capital.

Ainda em Londres, ainda a trabalhar na mesma agência. E ainda na mesma posição. A trabalhar cada vez mais no Instagram e no Blog para alimentar o meu lado criativo, e a sentir-me cada vez mais realizada com isso. Fiz amigas óptimas (e cortei laços com outras). Visitei Madrid pela primeira vez e apaixonei-me pela capital Espanhola.

2019

Here, still. Working for a promotion that is taking its time. Cherishing the friendships I have, taking the time to tell my loved ones how special they are to me. Enjoying the little things and happy moments with family & friends. Embracing my feelings, good or bad.

Ainda aqui. A trabalhar por uma promoção que demora a chegar. A estimar as amizades que tenho, a dizer às pessoas que me são queridas o quão especiais são para mim. A gozar as pequenas coisas e os momentos felizes com a família e amigos. A aceitar o que sinto, seja bom ou mau.

My goal in sharing this post was to show that life takes many turns, but it’s how you chose to react to things that determines how you feel overall.

Quando comecei a escrever este post, a ideia era mostrar que a vida pode dar muitas voltas, mas que é a forma como nós reagimos às coisas que determina como nos vamos sentir no geral.

This decade has taken its toll on me. I’ve had my heart broken (by love interests and friends alike) and felt desperately lonely. I’ve questioned everything about myself (and still do). But I’ve learned how to accept things I can’t change, and take action to change what I can.

Esta década pesou. O meu coração foi partido (por interesses amorosos e amigos) e senti-me desesperadamente sozinha. Questionei tudo sobre mim mesma (e ainda o faço). Mas aprendi a aceitar as coisas que não posso mudar, e a mexer-me para mudar o que pode ser mudado.

Over the past couple of years I’ve been more content with my life, made new friends and been more sociable. And that makes all the difference!

Nos últimos anos tenho-me sentido mais satisfeita com a minha vida, fiz amigos novos e fui mais sociável. E isso faz uma enorme diferença!

Do you like this kind of review post? How has this decade been to you?

Gostam deste género de post de revista? Como foi esta década para vocês?

T x

2 Comments

  1. João Miranda
    27th December 2019 / 10:12 am

    Muito bom! Corajoso, positivo, firme, confiante e cheio de sensibilidade e de ternura. Gostei muitíssimo.

    • alfacinhastories
      Author
      30th December 2019 / 1:47 pm

      Muito, muito obrigada fico mesmo contente!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.