How I deal with peaks of Anxiety

Hi everyone! In today’s post I am revisiting a topic I mentioned back in January – Anxiety and ways I have to deal with/keep mine in check.

Olá a todos! No post de hoje volto a falar-vos de um tema que abordei em Janeiro – a Ansiedade e formas que tenho de lidar com e manter a minha sob controlo.

I’ve been dealing with Anxiety for a few years, but it took me a long time, and many tears, to learn how to manage it. And although my usual techniques still help, there are times where events around me create Anxiety spikes.

Já lido com Ansiedade há uns anos, mas levei bastante tempo, e muitas lágrimas, a aprender como a gerir. E apesar das técnicas do costume ainda ajudarem, há alturas em que surgem eventos à minha volta que criam picos de Ansiedade.

An unexpected deadline at work, an argument, something worrying on the news…If you’re anything like me (i.e. a self-proclaimed queen/king of overthinking), this stuff can have a serious impact on your mental health. 

Uma entrega inesperada no trabalho, uma discussão, algo preocupante nas notícias…se forem como eu (portanto uma rainha/um rei do pensar demasiado), estas coisas podem ter um impacto sério na saúde mental.

The past few weeks have been like this for me, with moments where the Anxiety was such that I felt sick to my stomach. Here are the few things I have found really helpful.

As passadas semanas foram um pouco assim para mim, com momentos em que a Ansiedade era tal que até me senti enjoada. Aqui ficam algumas coisas que me têm ajudado.

#1 Talk // Falar

This is definitely the key point for me. I am really lucky to have some good friends who understand my struggle with Anxiety, and so I can open up to them when something becomes overwhelming. This is hugely important – not only do I feel understood, but talking to my friends makes me feel less alone, and they always give me some (much needed) perspective.

Este ponto é essencial para mim. Tenho sorte em ter boas amigas que percebem a minha luta com a Ansiedade, por isso posso falar abertamente com elas quando me sinto sobrecarregada. Isto é super importante – não só me sinto compreendida, como falar com as minhas amigas me faz sentir menos sozinha e elas ajudam sempre a ver as coisas por outro ângulo.

If/when I am seriously struggling, I get in touch with my therapist and try to get an extra appointment with him – knowing that this is a possibility is a huge help in itself.

Se estiver mesmo com dificuldade, falo com o meu psicólogo e tento marcar uma consulta extra – saber que isso é uma hipótese já de si é uma enorme ajuda.

#2 Wander // Passear

Whether it is going for a relaxed coffee in a beautiful place, going to a museum, or spending the day wandering randomly with a friend – all these things can be a huge help. Seeing new things will take your mind off things that worry you. And even if that only works for a little bit, it’s still a start.

Quer seja ir tomar um café e relaxar num sítio bonito, ir a um museu, ou passar o dia a passear sem rumo com uma amiga – qualquer destas coisas pode ser uma óptima ajuda. Ver coisas novas ajuda a distrair e a parar de pensar nas coisas que nos preocupam. E mesmo que isso só funcione por uns momentos, já é um começo!


#3 Happy Extras // Pequenos Extras

Make time for things that really make you happy. One of my favourite things is going into a bookshop and spending time looking for books that I really want to read. Doing that relaxes me and distracts me in equal measure. Or I also love going to the flower stand and buying beautiful flowers to have in the house. These things are super important, particularly in days when I am struggling with being positive and motivated.

Fazer tempo para coisas que nos façam verdadeiramente felizes também é importante. Uma das coisas que adoro fazer é ir a uma livraria e passar um bocado à procura de livros que queira mesmo ler. Isso relaxa e distrai ao mesmo tempo. Ou então também gosto de ir à florista e comprar flores bonitas para ter em casa. São coisas super importantes, em especial nos dias em que tenho dificuldade em sentir-me positiva e motivada.


#4 Focus on your health // Foco na saúde 

When I’m not feeling 100% I like to make an effort to be healthier. Spend some time exercising, cook your own (healthier) lunches to take to work, be inventive with your breakfasts…what goes into the body will have the ultimate impact on how we feel, so when my mental health is suffering, I aim to put more focus on my physical health too.

Quando não me sinto a 100%, gosto de fazer um esforço para ser mais saudável. Fazer algum exercício, cozinhar os almoços (saudáveis) para levar para o trabalho, ser criativa com os pequenos-almoços…o que entra no corpo terá o maior impacto na forma como nos sentimos, por isso quando a saúde mental está em baixo, esforço-me por cuidar também da saúde física.


How do you deal with Anxiety spikes?

Como é que vocês lidam com os picos de Ansiedade?

T x

1 Comment

  1. João Miranda
    4th July 2017 / 12:01 pm

    Gostei!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *