Wish I Was Here

Desde que me lembro que adoro cinema. Vi tantos filmes que agora, cada vez que alguém me pergunta aqui porque é que tenho um sotaque (quase) americano quando falo inglês, uso isso como resposta!

Ainda no liceu passei a fase de querer estudar teatro/cinema e fazer disso carreira – influenciada por esse clássico do cinema 80s, Fame (o filme, não a série).

Não tendo isso acontecido, a minha primeira contribuição para o mundo do cinema chegou quando o actor/realizador Zach Braff lançou uma campanha no Kickstarter para angariar fundos para o filme que tinha escrito em conjunto com o irmão Adam. O vídeo que acompanhava a campanha no Kickstarter era, à boa maneira dele, muito divertido, e contava com cameos de várias caras conhecidas. A paixão pela história que tinham escrito, e pela concretização do filme era mais que evidente. Acho que nem cinco minutos demorei a decidir que tinha de contribuir.

Desde então a equipa do filme tem enviado aos backers emails frequentes com uma espécie de diário de produção, com uns vídeos “behind the scenes”, outros a explicar os vários processos pelos quais um filme passa na fase de produção. Quando o trailer foi apresentado, os backers receberam um link especial e ao entrar nele, podíamos vê-lo antecedido de uma mensagem onde o ZB agradecia a cada um, escrevendo o nome associado ao email em baixo. Foi um toque engraçado, aliás é possível que eu tenha dado um ou outro salto de felicidade!

Também ao seguir o filme nas redes sociais fui vendo todo o trabalho que acontece e toda a entrega que cada um dos elementos da equipa deu para o filme fosse feito, e mesmo bem feito.

Um dos benefícios que os “backers” como eu sabiam que iam ter perto da data de estreia do filme era um chamado “Backer’s Thank You Screening”, ou seja, uma visualização antecipada do filme, através de um link na internet que só pode ser acedido uma vez.

Então no sábado, depois de uma manhã/princípio de tarde a passear no centro de Londres, cheguei a casa, instalei-me no quarto e fiz click no link para começar a ver o filme.

Para já, confesso que só de ver o filme começar, de ver a primeira cena, fiquei emocionada: é um grande filme e eu, de alguma nano-forma, contribuí!

A história em si anda à volta de uma família – fala de crescer, da luta por sonhos, de amor, de perda, de religião (ou algo semelhante), de aprendizagem, de ter coragem, de dar um passo para o desconhecido, de epifanias, de ficção-científica e de Aston Martins.

É fenomenal!

Há filmes que nos marcam porque a história tem a ver com alguma parte de nós…Para mim este foi um deles. Parte central deste filme (sem desvendar nada, prometo!) é a necessidade de ser feliz e de perseguir um sonho – “quando foi a última vez que foste verdadeiramente feliz?” ficou-me na cabeça, até porque também me pergunto isso frequentemente. E não só isso, mas também a forma de lidar com a vida, de decifrar o que fazer quando nos acontece algo de difícil, de inesperado. Tem qualquer coisa de verdadeiramente poético.

E, no fundo, é uma espécie de filme “coming of age”, mas para adultos: porque nos vamos apercebendo enquanto crescemos que, ao contrário do que talvez pensássemos quando éramos crianças, os adultos também nem sempre têm as respostas todas.

Para mim, este filme é perfeito. Visualmente está muito bonito, vê-se que cada detalhe foi pensado com cuidado para que o lado artístico da filmagem sobressaísse. Há ângulos que apanham a luz de uma forma tão bonita, até romântica, que são de cortar a respiração.

source: http://wishiwasheremovie.com/gallery/concept-art

E depois há o detalhe da banda sonora, que os backers puderam ouvir na íntegra alguns dias antes de ter sido disponibilizada para stream para toda a gente. Canções dos The Shins, Bon Iver, Paul Simon e Cat Power & Coldplay, dão uma dimensão extra às emoções presentes no filme e ajudam quem vê a senti-las na pele. Arrepios mil! O álbum estará disponível para compra em breve (o iTunes inglês diz que é a 11 de Agosto), mas entretanto o stream com comentários do realizador fica aqui.

A minha vontade é de ver este filme outra e outra vez de seguida. Gostei mesmo, mas mesmo muito!

Visitem o site oficial para saberem mais.

Vocês já tinham ouvido falar neste filme? Já viram o trailer ou ouviram a banda sonora? Contem-me o que acharam.

T xx

1 Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.